segunda-feira, 31 de agosto de 2009

51 perguntas para um blogger com Cadinho


51 perguntas para um Blogger é uma coluna do Pensieri e Parole publicada toda segunda feira, a cada semana um novo entrevistado.

Hoje no 51 perguntas para um blogger, vamos ler as respostas de Cadinho, pedi a ele que se apresentasse em pequenas linhas...
Sou o que escrevo.
Depois de atuar na televisão e no rádio passei a me dedicar à literatura. Com a pubicação periódica dos Folhetos Cadinho RoCo, hoje no seu ano XII, cheguei à blogosfera e nem precisei de muito tempo para sentir e perceber que por intermédio do Cadinho estava eu exposto a uma experiência totalmente inédita.
Hoje trabalho com o que escrevo e pinto. Por intermédio do Cadinho passo a não estar mais limitado a Belo Horizonte, cidade onde moro.
Gosto de gostar e de fazer o que faço.
Sou o que escrevo.

Cadinho escreve o Blog Cadinho RoCo.

Entao vamos saber as respostas do Cadinho para o Questionario do Pensieri e Parole.

Cadinho Roco17 de junho de 2009 23:04 - N°25

1. O que você mudaria do teu ultimo ano de blogging?

As mudanças que faço no Cadinho (Blog) são mínimas e quando cismo faço logo. Hoje eu não mudaria nada do que está lá.

2. Se o teu blog sumisse, apagasse, fosse deletado, você começaria a blogar o zero?

Não tenho dúvida de que começaria do zero. O que passou, passou.

3. Se tivesse que escolher uma so' maneira de promover o teu blog, qual seria? E porque?

O Cadinho é um blog que tem um alicerce fora da Internet. Por isso é que desde o seu nascimento que trato de promovê-lo de fora para dentro da Internet com os Folhetos Cadinho RoCo, que é o que chamo de distribuição física dos textos que o blog recebe.

4. A tua web rotina matinal inicia às....

Não sei se posso dizer que tenho uma rotina matinal, mas normalmente ela começa pela manhã, por volta das 9H.

5. O que não deve faltar na tua escrivaninha?

Não é exatamente na escrivaninha, mas sempre que vou trabalhar procuro ter uma vela acesa por perto.

6. Comentários moderados, livres ou uma via de meio?

No Cadinho adoto critério dos comentários dependentes de aprovação, por duas razões singulares. Uma para que tenha a certeza de que li todos os comentários e outra para que as pessoas saibam que para aprová-los tive de passar por eles. Mas sou simpático aos comentários livres. No Cadinho só bloqueei, que eu me lembre, dois comentários; um ofensivo demais e outro que estava mais para panfletagem do que para comentário. Da primeira vez liberei, mas quando no outro dia ele veio repetido, cortei. Mas hoje não libero no Cadinho comentários sem identidade. Eles podem ir para a opção “anônimo”, mas quero uma assinatura, uma identidade.

7. A Blogosfera é realmente auto referencia?

Para mim a blogosfera e uma referência. Não chego a dizer que seja uma autoreferência.

8. Recomende 3 blogs formadores de opinião.

Tenho comigo que todo blog é formador de opinião. Do mais simplório ao mais sofisticado. Ao invés de recomendar três deles, prefiro aproveitar para recomendar que tenhamos paciência, compreensão e discernimento em cada blog por onde passarmos. Todos eles são merecedores do nosso respeito e carinho porque de uma maneira ou de outra terminam por provocar em nós alguma opinião.

9. Recomende 3 blogs desconhecidos que vale a pena conhecer.

Para recomendar os três blogs desconhecidos antes precisarei de conhecê-los. Desculpe a esquiva, mas não me atrevo a cunhar nenhum blog como desconhecido.

10. Se o teu blog fechasse amanha, por que coisa você seria recordado?

Não sei que tipo de lembrança transmito para as pessoas que passam pelo Cadinho, mas sei que é com muito amor e dedicação que diariamente faço minhas publicações no propósito de ofertar o que tenho de melhor seja lá para quem for.

11. Um erro grave que você fez blogando

Sinceramente não me lembro de um erro grave, mas hoje sinto certo mal estar por ter me permitido a tantas publicações de cunho político e que afastaram do Cadinho, que eu sei, algumas pessoas. Entre elas uma muito querida. Sinto enorme saudade dessa pessoa.

12. Você se recorda do post que gerou maior reação?

Sem dúvida aquele em que anunciei a morte da minha irmã, cunhado e uma prima irmã num desastre de carro. Ele foi publicado no final e março de 2008. Experimentei uma reação de conforto impressionante em cada comentário que tive a honra de receber. Foi muito forte pra mim.

13. E o mais ridículo?

Eu não sei precisar, mas existiram algumas publicações com temas políticos bem ridículas. Sou um tanto passional.

14. Cita sempre a fonte das imagens que usa?

O Cadinho é um blog que tem lá os seus critérios e um deles é o de não usar imagens. Isto porque procuro dar ao blog a extensão do que são os Folhetos Cadinho RoCo, que não contam com imagens em suas publicações. Mas citar a fonte não deve ser uma opção e sim obrigação. A propósito, as imagens que aparecem por lá são de comerciais veiculados pelo Google.

15. Então indique uma boa fonte de imagens.

Pois é. Exatamente por não trabalhar com imagens é que não tenho esta fonte.

16. Muitos posts ao dia pode ser contraprodutivo?

Sou amante da liberdade e penso que cada um deve agir de acordo com o seu bem querer.

17. Feed, reader?

Nem Tico nem Taco

18. Ja experimentou podcast e videopost?

Não, nunca experimentei.

19. Se sim o que você achou?

(?)

20. Dica de uma ferramenta interessante.

Procuro sempre minimizar o que faço no Cadinho. Mas uma ferramenta interessante é aquela opção oferecida pela Blogspot para acompanhar outros blogs, espécie de link.

21. Twitter. Uma perda de tempo ou um novo horizonte comunicativo?

Todos estes dispositivos oferecem virtudes para a comunicação. Não direi que é uma perda de tempo, mas ainda prefiro o contato direto com os blogs.

22. O microblog sepultou, ou acordou o blog?

Somos munidos por sensações que sempre surgem sugerindo extremos. Percebo singular distinção entre o microblog e o blog, mas não percebo que um tenha a capacidade de sepultar o outro. No entanto, um pode estimular o outro sim.

23. O pior evento que você teve que administrar no teu blog?

Com a questão da morte da minha irmã, fiquei alguns dias sem publicar e foi muito difícil pra mim administrar esse período.

24. Para um Blogger, Firefox ou Chrome?

Firefox

25. Quanto vai durar a febre Orkut?

Pode parecer estranho, mas não tenho o menor contato com o Orkut e por isso não tenho a menor condição de diagnosticar sobre a referida febre.

26. Uma palavra para descrever a blogosfera brasileira.

Eclética

27. No Brasil se digo blogger digo...

... que sou alguém que assina um blog, porque pra mim blogueiro, ou bloguista, é aquele que navega por blogs sem necessariamente assinar um blog, sem que seja um blogger.

28. Você costuma programar seus posts?

Sempre que posso.

29. O horário de publicação do post interfere nos comentários?

Aprendi na comunicação que, em todos os segmentos, existe algo muito importante que é o hábito. No caso do Cadinho, as publicações acontecem normalmente à zero hora (de Brasília). Quando não dá para a publicação acontecer neste horário sinto reação no volume dos comentários.

30. Quantos e-mails relativos ao teu post você recebe por dia?

Normalmente nenhum. Só mesmo quando bato em tema muito específico é que recebo alguns e assim mesmo de pessoas relacionadas ao publicado.

31. Responde a todos?

Tenho por hábito responder a todos e.mails que recebo, com exceção dos encaminhados.

32. O ultimo investimento economico que você fez para o teu blog?

Não foi um investimento especificamente para o blog, mas dei uma geral no computador para que eu possa, na coluna do Cadinho, enriquecer mais o que tenho para mostrar.

33. Você cuida sozinho do layout do seu blog?

Faço pouquíssimas mudanças no layout do Cadinho e até onde posso vou sozinho. Mas tenho alguém com quem posso contar.

34. Melhor um layout grátis, ou sob medida?

O Cadinho usa um layout grátis por força da sua simplicidade, mas isso vai do gosto de cada um.

35. Mais "bobagens" e' igual a mais "comentários"?

De jeito nenhum.

36. O que falta para a Blogosfera brasileira ficar legal?

Percepção mais apurada da força que há em um blog e no quanto ele pode contribuir para que dele possamos colher bons frutos.

37. Você ja’ foi clonado?

Pelo que sei não.

38. Ja' publicaram algo teu sem pedir?

Todas as publicações que tenho notícia de textos ou poemas criados por mim foram devidamente autorizados por mim

39. Se sim, o que você fez?

(?)

40. A posição geográfica influencia na maneira de blogar e no relacionamento entre bloggers?

Penso que não, mas esta pergunta abre oportunidade que não perderei. Considero muito importante haver no blog referência de onde a pessoa está. É comum abrir o blog de alguém que diz estar no Brasil. Ora, isso é vago demais. Vivemos num País com enorme diversidade regional e por isso considero importante passar esta referência, até para que possamos perceber com mais clareza o que publicam e para que possamos comentar com mais segurança.

41. Um evento brasileiro ligado ao mundo blogueiro que ninguém poderia perder.

O que penso em um dia realizar.

42. Ja’ escreveu algum publieditorial?

Já.

43. Qual o ultimo post que você escreveu no teu blog antes desta entrevista

O último que escrevi é o que está programado para amanhã: Presença Dela.

44. O primeiro post que você vai escrever depois desta entrevista?

Não sei. Talvez algo relacionado a esta entrevista.

45. A troca de links “como obrigaçao” ainda faz sentido?

Para mim nunca fez

46. Quantos links contem o teu blogroll?

Os links que exibo hoje são aqueles do Blogspot. Fui dar uma conferida e a marca que está lá é a de 250 seguidores.

47. Você visita todos?

Não com a freqüência que eu gostaria.

48. Tem algum senso auto promover seus posts nos diversos circuitos e redes sociais?

Em princípio não de jeito nenhum. A autopromoção é algo muito perigoso sempre.

49. Uma widget que não deve faltar na tua sidebar.

Nossa Senhora das Graças

50. Uma widget você tirou da tua sidebar.

Aí tem vários porque lá no Cadinho eles são mutantes.

51. Um conselho para quem esta’ chegando agora no mundo da blogosfera.

Respeite o outro blog com a mesma intensidade que quer que seu blog seja respeitado.




Nenhum comentário:

Postar um comentário